O fosso geracional: um grande potencial

O fosso geracional: um grande potencial

Para além das nomenclaturas e designações que estão tão na moda, o certo é que são três, pelo menos, as gerações que se encontram atualmente no mesmo local de trabalho. Baby Boomers, Geração X e Millennials, não deixam de ser grupos de profissionais de diferentes gerações com formas de trabalhar e de viver distintas. E as empresas estão conscientes deste fosso geracional.

As diferenças são claras: nas suas expetativas, no conceito de eficiência, na forma de desenvolver o trabalho, nas relações entre colegas e com os chefes, etc. Isto não significa que estamos perante um problema de coabitação, antes pelo contrário: estamos perante uma riqueza e diversidade únicas que, bem aproveitadas, criam equipas de valor e com capacidade de crescimento constante.

Em primeiro lugar convém definir do que se fala: os Baby Boomers são os nascidos entre 1945 e 1965, a Geração X são os que nasceram entre 1965 e 1980, e os Millennials são os mais jovens, nascidos entre 1980 e 1995.

Quadros mistos: o grande potencial

Muitas pequenas e médias empresas (PME) não se preocupam em analisar a presença de empregados de diferentes idades nos seus quadros e nos cargos diretivos.

O estudo de 2013 “Benefits for Tomorrow é uma investigação realizada pela seguradora The Hartford, a qual explica que nove em cada dez Millennials consideram que os Baby Boomers são uma grande fonte de conhecimento. Igualmente, 93% dos Baby Boomers envolvidos neste estudo, concorda que a Geração Y acrescenta novas competências e ideias frescas ao trabalho.

Estas são as principais diferenças que apresentam entre si em alguns dos aspetos mais importantes para a organização:

  • Vínculo com a empresa. Os Baby Boomers caracterizam-se por terem um forte sentimento de lealdade e fidelidade a um negócio. Os trabalhadores da Geração X são também trabalhadores vinculados à empresa e, apesar de estarem preparados, têm uma sensação constante de que podem perder os seus postos de trabalho. Os Millennials consideram o seu posto de trabalho atual como algo transitório e o seu vínculo ao mesmo depende mais dos desafios que lhes são apresentados.
  • Flexibilidade ou horário definido. Os empregados mais velhos têm uma grande capacidade de cumprir o horário oficial. No caso dos profissionais da Geração X, este fenómeno vai mais além e aderem a horas extra. Pelo seu lado, os Millennials valorizam especialmente a flexibilidade e a tecnologia para realizar o trabalho fora do posto físico.
  • Organizações hierárquicas. Os Baby Boomers e os que pertencem à Geração X valorizam a hierarquia. Executam as suas tarefas de forma eficaz e sem incluir grandes inovações ou inconvenientes. Os membros mais jovens não vêm assim. Além disso, valorizam especialmente a oportunidade de contribuir com a sua opinião ou elaborar ideias para melhorar as suas tarefas.
  • Formação. Os membros da Geração X tiveram muito mais oportunidades académicas que os seus colegas mais velhos e estão muito mais preparados. Não obstante, a capacidade de trabalho e conhecimento do mercado são valores dos Baby Boomers, difíceis de substituir. Qualifica-se os Millennials como a geração mais bem preparada da história, mas também são os de menor experiência laboral, que compensam com níveis muito altos de especialização.
  • Adaptação tecnológica. Os Millennials foram criados num ambiente tecnológico e digital. Por sua vez, os membros da Geração X também demonstram uma grande disposição para se adaptarem a este novo ecossistema. Enquanto os mais velhos têm mais dificuldades para completar esta evolução.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Gostou desta publicação?

Partilhe nas redes sociais

Deixar uma resposta

Gostaríamos de conhecer a sua opinião, mas alertamos que os comentários são moderados e não aparecem imediatamente na página, quando são enviados. Evite, por favor, ataques ou ridicularizações pessoais, comentários ofensivos, bem como qualquer tipo de insulto dirigido aos autores, a outros participantes ou à empresa proprietária desta página. Está no direito de comentar anonimamente, mas por favor, não utilize o anonimato para dizer às pessoas aquilo que não diria se estivessem à sua frente. Procure manter um ambiente agradável em que as pessoas possam comentar sem receio de sentir-se insultadas ou desconsideradas. Não comente de forma repetitiva sobre um mesmo tema, e muito menos com várias identidades ou suplantando outros comentadores. Também, procura que as tuas opiniões estejam relacionadas com esta entrada. Os comentários off-topic, promocionais, ou que não cumpram todas estas normas básicas serão eliminados.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

*

X

Uso de Cookies

Este site utiliza cookies para facilitar e melhorar a sua navegação. Pode configurar o navegador para recusar os cookies. Se continuar a navegar consideramos que consente a sua utilização. Se pretende saber mais sobre os cookies utilizados. Pode consultar a nossa Política de Cookies.