Exercício físico e o envelhecimento: uma ligação perfeita!

Exercício físico e o envelhecimento: uma ligação perfeita!

Grupo PSN
Grupo PSN

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O exercício físico e a vida ativa atrasam de forma muito significativa o aparecimento da síndrome de fragilidade vinculado à idade. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda vivamente a prática de exercício físico em pessoas na terceira idade, sempre adaptado à situação específica de cada um na forma e no tempo. A OMS destaca os dois principais benefícios que se observam em pessoas que realizam atividade física específica.

  1. Apresentam menor taxa de mortalidade por todas as causas: cardiopatia, coronária, hipertensão, acidentes cerebrovasculares, diabetes tipo 2, cancro do cólon e da mama, e depressão. O exercício melhora o funcionamento do sistema cardiorrespiratório e muscular e promove uma melhor massa e composição corporal.
  2. Apresentam melhor saúde funcional, menor risco de quedas, funções cognitivas melhor conservadas e um menor risco de limitações funcionais moderadas e graves.

Segundo o Livro Branco da Fragilidade publicado pela Associação Internacional de Gerontólogos e Geriatras (IAGG Garn), a fragilidade “é um estado clínico” que aumenta a vulnerabilidade de um indivíduo para desenvolver dependência e/ou aumentar a mortalidade quando está exposto ao stress causado pelo envelhecimento.

Recomendações gerais sobre a prática de exercício físico e desporto

Em primeiro lugar vamos insistir num tema chave: tem de estar adaptado à forma física e ao estado de saúde de cada pessoa. Em nenhum caso se pode generalizar e nunca deve ser feito sem supervisão médica.

  1. Durante a semana é recomendável praticar 150 minutos de atividades físicas moderadas.
  2. O tipo de exercício deve ser aeróbico, treino de força, equilíbrio e flexibilidade.
  3. Não é recomendável que as sessões durem menos de 10 minutos.
  4. As pessoas com mobilidade reduzida também podem realizar atividades físicas para melhorar o equilíbrio e impedir quedas, três dias ou mais por semana.
  5. Devem ser incluídas atividades orientadas para fortalecer os principais grupos musculares.

A Sociedade Portuguesa de Geriatria e Gerontologia (SPGG) indica que, quando possível, é bastante recomendável a prática de desporto já que aumenta a resistência, a velocidade e a força, para além de muitos outros aspetos positivos:

  1. Reforça a segurança em si próprio e a autoestima
  2. Facilita relações sociais
  3. Desenvolve a capacidade intelectual

No entanto, existem alguns desportos que não são recomendáveis, pois requerem uma forma física excecional, como as artes marciais ou luta, patinagem, atletismo, esqui, alpinismo e hóquei.

Entre os que estão recomendados estão a natação e a hidroginástica, o ténis, o basquetebol, caminhadas e marcha, golfe e vela.

Animados? Diga-nos qual o seu exercício físico favorito e que benefícios já está a sentir?

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Deixar uma resposta

Gostaríamos de conhecer a sua opinião, mas alertamos que os comentários são moderados e não aparecem imediatamente na página, quando são enviados.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

*

X

Uso de Cookies

Este site utiliza cookies para facilitar e melhorar a sua navegação. Pode configurar o navegador para recusar os cookies. Se continuar a navegar consideramos que consente a sua utilização. Se pretende saber mais sobre os cookies utilizados. Pode consultar a nossa Política de Cookies.