Conselhos para cuidar da alimentação dos mais velhos no verão

alimentacion-ancianos

Conselhos para cuidar da alimentação dos mais velhos no verão

Grupo PSN
Grupo PSN

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Conselhos para cuidar da alimentação dos mais velhos no verão

Com a chegada do verão e das ondas de calor os idosos tornam-se um dos principais grupos populacionais mais vulneráveis, com a desidratação e a insolação a agir sobre os corpos de uma forma muito mais séria do que no caso dos outros adultos.

A este respeito não só teremos que seguir uma série de conselhos para o verão, mas também levar em conta a alimentação durante esse período. Normalmente, com altas temperaturas, o nosso apetite diminui e negligenciamos a ingestão de alimentos essenciais.

Planificar a dieta dos idosos durante o verão

Caso estejamos a falar da dieta de uma pessoa dependente ou de uma pessoa idosa para esta altura do ano, o ideal será preparar um plano relativo aos alimentos e aos pratos que vão ser consumidos.

O que não pode faltar na lista de compras? Frutas, verduras, legumes, cereais e alimentos sazonais ricos em ómega 3. O que evitar? Acima de tudo, gorduras saturadas, álcool, alimentos condimentados e outros cuja conservação possa colocar em risco em seu organismo.

Não se trata de comer mais abundantemente, mas de contemplar o facto de o calor reduzir o apetite, havendo assim necessidade de planear melhor o que comer, escolhendo os alimentos e os pratos em função da energia e dos nutrientes adequados. Neste caso, a chave é reduzir calorias e aumentar as vitaminas e a quantidade de líquidos.

Conselhos para a sua alimentação

A ingestão de líquidos, a conservação e preparação de alimentos, bem como uma dieta rica em frutas e vegetais constituem os três principais pilares que regem a alimentação especialmente projetada para os idosos durante os meses de verão. E modificar ligeiramente a sua dieta não envolve necessariamente mais trabalho nem se torna rotina!

  • Aumentar a ingestão de líquidos. Os especialistas recomendam consumir, pelo menos, litro e meio de água por dia. Essa ingestão deve ser espaçada no tempo. Além disso, podemos fazer sumos, infusões ou smoothies.
  • Aproveite os alimentos sazonais para criar pratos leves e apetitosos. As saladas variadas serão o seu melhor aliado, juntamente com frutas ricas em água (melão, melancia, uvas, etc.).
  • Pratos leves e frescos, como cremes ou gaspacho, são fáceis de digerir e mais apetitosos do que ensopados e as sopas características do inverno.
  • Elimine as gorduras saturadas, como carnes gordas ou salsichas, mantendo os alimentos ricos em ómega 3, como os chamados peixes azuis – nos quais se incluem o atum, a sardinha, a cavala e o salmão, por exemplo.
  • Tenha muito cuidado com a preparação e conservação da comida. Alguns produtos, como os ovos, os molhos e até mesmo alguns pratos como tortilhas ou saladas, podem causar intoxicação aos idosos.

 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Deixar uma resposta

Gostaríamos de conhecer a sua opinião, mas alertamos que os comentários são moderados e não aparecem imediatamente na página, quando são enviados.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

*

X

Uso de Cookies

Este site utiliza cookies para facilitar e melhorar a sua navegação. Pode configurar o navegador para recusar os cookies. Se continuar a navegar consideramos que consente a sua utilização. Se pretende saber mais sobre os cookies utilizados. Pode consultar a nossa Política de Cookies.