Como investir de forma segura?

invertir-seguro

Como investir de forma segura?

Grupo PSN
Grupo PSN

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se tem preocupações com as suas economias e coloca a possibilidade de investir as suas poupanças para obter rentabilidade a médio ou longo prazo pode acontecer que o tema das finanças surja em conversas com os familiares e amigos. Como gerir os investimentos? Confirma-se que a um maior risco corresponde um ganho maior? Planos de pensões, seguros de poupança ou PPR? Depósitos a renda fixa ou variável? Vale a pena ir mais além dos investimentos imobiliários? Há algum investimento 100% seguro?

Muitas vezes, nestas conversas, fica evidente a escassa formação financeira de muitos portugueses, mas também a clara decisão de investir as poupanças, como um tema de vital importância. Tradicionalmente em Portugal optava-se por abrir uma conta poupança bancária. No entanto, a crise financeira deixou um lastro de profunda desconfiança face a este sector. Se pretende evitar ter de guardar o dinheiro debaixo do colchão ou gastá-lo logo que entra no seu bolso, a solução mais inteligente reside em investir para gerar mais dinheiro.

Conselhos para investir de forma segura

  • É necessário entender o binómio risco-retorno. Desta forma vai assumir que não existe investimento sem risco.
  • A formação em finanças é necessária. Absorva novos conhecimentos para que, pelo menos, entenda o que está a ler.
  • Avalie o seu perfil de investidor, o mesmo é dizer, conheça os seus objetivos financeiros e a sua tolerância ao risco. Estabeleça, além disso, a relação entre risco, retorno e prazos que deseja.
  • Não invista 100% dos seus rendimentos, apenas o que consiga poupar. Não se esqueça que as suas necessidades devem estar cobertas, pelo que endividar-se para investir não é a melhor opção. De facto, se tiver dívidas tente pagá-las o quanto antes (esteja consciente que também é possível pagar as suas dívidas e poupar ao mesmo tempo).
  • Confie nos profissionais. Se necessita de ajuda ou não pode dedicar 100% do tempo a esta matéria, solicite mais informação sobre produtos financeiros nos bancos e seguradoras. O ideal é que compare o mercado, pensando sempre nas suas necessidades, mas também valorizando a confiança que lhe transmitem as entidades.
  • Evite as modas passageiras e os gurus que lhe apareçam no caminho (que lhe prometerão, provavelmente, altas rentabilidades a curto prazo). O certo é que ninguém sabe a 100% o que ocorrerá amanhã nos mercados. A disciplina e a paciência serão as suas melhores aliadas, além de evitar os erros psicológicos mais comuns que podem afetar os seus investimentos.
  • Fuja da ‘intermediação financeira não autorizada’. Este termo é utilizado pela Comissão Nacional do Mercado de Valores Mobiliários para entidades e pessoas que não estão autorizadas a agir nos mercados de valores mobiliários.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Deixar uma resposta

Gostaríamos de conhecer a sua opinião, mas alertamos que os comentários são moderados e não aparecem imediatamente na página, quando são enviados.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

*

X

Uso de Cookies

Este site utiliza cookies para facilitar e melhorar a sua navegação. Pode configurar o navegador para recusar os cookies. Se continuar a navegar consideramos que consente a sua utilização. Se pretende saber mais sobre os cookies utilizados. Pode consultar a nossa Política de Cookies.