As resoluções de ano novo mais comuns e como cumpri-las

As resoluções de ano novo mais comuns e como cumpri-las

Grupo PSN
Grupo PSN

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

É costume dizer “ano novo, vida nova”, mas muitas vezes esta frase não passa de uma declaração de intenções. Na verdade, a mudança de ano é uma linha de saída psicológica para novas metas que, bem planeadas, podem ser bem-sucedidas.

Uma vida mais saudável

Os dados indicam que em janeiro aumentam substancialmente as matrículas nos ginásios assim como a venda de frutas e legumes. Em ambos os casos, a procura de uma vida mais saudável é o denominador comum.

Neste caso, o importante é que não seja um hábito temporário que abandonemos quando chega o verão e as férias, mas antes transformá-lo num modus operandi atemporal para todos os membros da família.

Desta forma estaremos a evitar problemas de saúde não só a longo prazo, mas também a reforçar as nossas defesas perante possíveis doenças sazonais.

Deixar de fumar

A Organização Mundial de Saúde (OMS) avança que a taxa de fumadores adultos em Portugal é de 20%, o que está abaixo da taxa europeia que se situa nos 28%.

Em Portugal, estão já disponíveis diversas soluções para deixar um hábito que a cada ano mata cerca de 11.800 pessoas. O Serviço Nacional de Saúde também disponibiliza consultas para que o abandono deste hábito não dependa apenas da força de vontade.

As novas tecnologias representam outra opção, pois existem cada vez mais aplicações que tentam facilitar o abandono de um hábito que é tão prejudicial à saúde.

Dedicar mais tempo à leitura

Na nossa sociedade, é muito comum ir deitar-se na cama depois de ver televisão ou qualquer conteúdo multimédia no smartphone ou tablet. Este hábito faz com que o brilho azul provoque distúrbios no sono, resultado da alteração da tensão ocular.

Esta é talvez a razão mais comum para que ler mais, especialmente antes de dormir ou nos transportes públicos, seja um dos objetivos do ano novo. Com este objetivo, consegue não só reduzir o stress diário, assim como proporcionar à mente o relaxamento necessário para o momento anterior ao sono.

Poupar mais ao longo do ano

Sendo uma altura de revisão de todos os nossos aspetos quotidianos, o ano novo é o momento certo para rever os gastos habituais e, muitas vezes, supérfluos.

Reveja as subscrições de plataformas, verifique o gasto em combustível para recorrer mais aos transportes públicos… Muitas vezes não se trata apenas de ter mais dinheiro na conta, mas reinvesti-lo em outras alternativas que permitam gastá-lo de forma mais inteligente para obter uma maior rentabilidade a médio e longo prazo.

Definitivamente, seremos bem-sucedidos nas resoluções de ano novo se as conseguirmos transformar num hábito contínuo ao longo do ano, integrá-las como parte da nossa vida diária e não vê-las como uma autopunição depois da época festiva.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Deixar uma resposta

Gostaríamos de conhecer a sua opinião, mas alertamos que os comentários são moderados e não aparecem imediatamente na página, quando são enviados.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

*

X

Uso de Cookies

Este site utiliza cookies para facilitar e melhorar a sua navegação. Pode configurar o navegador para recusar os cookies. Se continuar a navegar consideramos que consente a sua utilização. Se pretende saber mais sobre os cookies utilizados. Pode consultar a nossa Política de Cookies.