Apps úteis para pessoas com incapacidade visual

Apps úteis para pessoas com incapacidade visual

Grupo PSN
Grupo PSN

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A expansão digital e o surgimento de plataformas interativas, tornou possível a divulgação de informações de uma forma simples e instantânea. Hoje em dia, temos várias aplicações que respondem a qualquer tipo de necessidade, porém, nem todas são totalmente acessíveis à população, como por exemplo a pessoas que sofrem de algum tipo de incapacidade visual. Cerca de 284 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de incapacidade visual. Em Portugal, existem cerca de 900 mil cidadãos com dificuldades de visão. Destes, cerca de 28 mil não conseguem ver, mesmo com óculos ou lentes de contacto, como indica a Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal. Por isso é que, para evitar qualquer tipo de exclusão social e discriminação em setores tão importantes como a mobilidade, o lazer, a educação, etc., têm sido desenvolvidas plataformas e aplicações adaptadas a pessoas que tenham qualquer tipo de incapacidade visual, fazendo com que superem barreiras e desfrutem de uma maior autonomia, independência e acessibilidade.

De seguida algumas das ‘Apps’ mais úteis para estas pessoas:

  • Google Talkback: Esta app desenvolvida pela Google, só está disponível para Android e trata-se de uma plataforma que utiliza aplicações para ler o texto do ecrã em voz alta. Mais informação neste link do Google Play.
  • TapTapSee: Permite que os utilizadores identifiquem os objetos que estão perto de si. Basta que toquem duas vezes no ecrã para tirar uma fotografia e automaticamente ouvem uma descrição do objeto identificado. Para poder ouvir as descrições das imagens captadas é necessário ativar o Talkback na configuração do telemóvel, no caso dos dispositivos Android, e o VoiceOver, no caso de ter um dispositivo iOS. Encontra-a em Google Play ou em iOS.
  • Be my eyes: É uma aplicação semelhante ao TapTapSee, mas neste caso funciona graças à colaboração de voluntários sem qualquer tipo de incapacidade visual. Estes voluntários ajudam pessoas com incapacidades visuais quando estas solicitam ajuda, por meio de uma conexão de áudio ou vídeo, por exemplo, quando querem saber o prazo de validade de algum produto. Be my eyes conta com uma rede de 130 mil pessoas invisuais e com mais de 2 milhões de voluntários. Obtenha esta app em Google Play e em iOS.
  • Lazarillo GPS: Graças a esta app, pessoas com qualquer grau de incapacidade visual, podem saber o local onde estão e os serviços mais próximos, através de mensagens de voz. Para além disso, permite que os seus utilizadores obtenham indicações de como chegar a destinos específicos através de diferentes meios de transporte. Disponível em Google Play e em iOS.
  • GetThere: Mostra-me o caminho: É muito parecida com a anterior e foi desenhada especificamente para utilizadores cegos. Não mostra um mapa, mas indica onde a pessoa se encontra e como pode chegar ao seu destino. A navegação orientada avisa o utilizador automaticamente antes e depois de cada intersecção e é capaz de detetar quando este se desvia da rota planeada, dizendo-lhe onde se enganou e o que deve fazer para voltar à rota. Faça o download em Google Play.

As pessoas com deficiência visual podem contar ainda com a apoio da Associação dos Cegos e Amblíotes de Portugal (ACAPO), que fornece serviços de reabilitação e acompanhamento, representam os direitos das pessoas com deficiência visual, defendem uma comunidade mais inclusiva e desenvolvem projetos e protocolos que garantem uma melhoria na vida a todos. O Instituto de Oftalmologia Dr. Gama Pinto é outro pilar importante já que a sua missão assenta em prestar serviços de saúde no âmbito da Oftalmologia, constituindo-se como uma referência técnica e científica nos cuidados que proporciona e nos campos da formação e da investigação em Portugal.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Deixar uma resposta

Gostaríamos de conhecer a sua opinião, mas alertamos que os comentários são moderados e não aparecem imediatamente na página, quando são enviados.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

*

X

Uso de Cookies

Este site utiliza cookies para facilitar e melhorar a sua navegação. Pode configurar o navegador para recusar os cookies. Se continuar a navegar consideramos que consente a sua utilização. Se pretende saber mais sobre os cookies utilizados. Pode consultar a nossa Política de Cookies.