Ansiedade infantil: preveni-la através da educação

Ansiedad infantil

Ansiedade infantil: preveni-la através da educação

Grupo PSN
Grupo PSN

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Falar em ansiedade leva-nos a pensar muitas vezes em pessoas mais velhas, com problemas pessoais e de trabalho, que os levam a sofrer com esse tipo de perturbação.

Mas não devemos esquecer que as crianças – as pessoas mais vulneráveis da sociedade – também sofrem com isso, cada vez com mais frequência.

Fatores que provocam a ansiedade

As situações de ansiedade são provocadas, na maioria dos casos, por dois tipos de fatores:

  • Fatores ambientais: são aqueles que estão diretamente associados ao ambiente em que a criança se move e aos acontecimentos vitais gerados pela sociedade à volta da sua pessoa.
  • Fatores pessoais: são aqueles que têm a ver com a forma como a criança se valoriza a si própria (isto é, sua autoestima) e com as “ferramentas” disponíveis para lidar com elas, como é o caso do apoio da família.

Os agentes vitais da criança

Regra geral a vida das crianças é baseada em dois pilares principais: a família e a escola.

É por isso que, tanto um como o outro, têm papéis cruciais quando se trata de aliviar a ansiedade ou o stress que os mais novos podem sofrer. Assim, é vital fornecer recursos pessoais para a criança enfrentar estes desafios e ajudar com estímulos positivos.

Conselhos para a prevenir

  • Mantenha uma escuta ativa: sejam extrovertidos ou mais tímidos, geralmente é muito difícil para as crianças falar sobre seus sentimentos e problemas. Ser proativos na escuta é um bom primeiro passo para parar a ansiedade.
  • Capacite-o a resolver os problemas: devemos ter em mente que, mesmo que protejamos a criança”, é importante que ele se sinta bem a resolver sozinho os seus problemas. É por isso que é necessário capacitá-lo e oferecer-lhe as ferramentas necessárias.
  • Corrija os seus erros: as crianças agem por tentativa e erro nas primeiras etapas da sua vida, mas muitas vezes um dos problemas é que elas não têm ninguém para lhes dizer o que é certo fazer. Chamar a atenção para um erro no tempo certo ajuda a evitar situações que acabam por gerar ansiedade.
  • Não exigir demais: todos os pais procuram que o seu filho seja o melhor possível nos diferentes contextos. Este é precisamente um dos gatilhos dos episódios de ansiedade: o fracasso de não atingir os objetivos que fazem os pais se sentirem orgulhosos. Não devemos esquecer, nesses casos, que as crianças devem estudar, ser treinadas, mas também devem divertir-se e desenvolver as suas relações sociais.
  • Crie um clima de aceitação: cada pessoa é diferente e essa diferença começa na personalidade que começou a ser moldada, em grande medida, ainda na infância. Podemos tentar moldar uma criança para determinados sentidos e direções, mas respeitando sempre o facto de ser uma pessoa diferente de nós, com os seus próprios sonhos e desejos, e que devemos recompensar essa originalidade aceitando-a como ela é.

Desta forma podemos evitar que os mais novos sofram de algo tão inaceitável para a sua idade como a ansiedade, uma perturbação que, certamente, poderá marcar o seu futuro, muitas vezes, de modo irreparável.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Deixar uma resposta

Gostaríamos de conhecer a sua opinião, mas alertamos que os comentários são moderados e não aparecem imediatamente na página, quando são enviados.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

*

X

Uso de Cookies

Este site utiliza cookies para facilitar e melhorar a sua navegação. Pode configurar o navegador para recusar os cookies. Se continuar a navegar consideramos que consente a sua utilização. Se pretende saber mais sobre os cookies utilizados. Pode consultar a nossa Política de Cookies.